Quinta tem teatro em Jaú

on

Nesta quinta-feira, Jaú recebe a peça de teatro Homens, Santos e Desertores, como parte da programação do Festival de Inverno.

O secretário de Cultura e Turismo, André Galvão, tem acompanhado de perto os eventos do festiva e está satisfeito com a resposta do público às atrações iniciadas desde o primeiro dia de julho. A expectativa é que nesta semana o público seja ainda maior tanto no teatro como no Parque do Rio Jahu, que concentra os eventos sábado e domingo. Ele convida a população para prestigiar as apresentações. A entrada é franca.

Chefe de Eventos da Secretaria de Cultura, Gustavo Pizzolio dá detalhes das atrações desta quinta-feira e sexta-feira. “Na quinta-feira temos a peça Homens, Santos e Desertores Cemitério dos Automóveis, dirigida por  Ernesto Piccolo e que traz a Jaú os artistas Ricardo Blat e Nelson Yabeta.  O Ricardo é global e jator de larga experiência em novela e cinema. Iniciou muito cedo na TV, fez filmes e minisséries”.

A carreira de Ricardo Blat, 65 anos, teve início no TEM (Teatro Experimental Mogiano), na década de 60. Na TV, ele trabalhou em 2015 na novela “I Love Paraisópolis”, onde foi o Sabão. Também foi o Prefeito das Antas em “Meu Pedacinho de Chão”, o Severino de “Fina Estampa”, o Gaspar do “Sítio do Picapau Amarelo”. Atuou também em “Por Toda Minha Vida”, “JK”, “Hoje é Dia de Maria”, “Hilda Furacão”, “O Fim do Mundo”, “Mulheres de Areia”. Nos anos 70, estava em “Estúpido Cupido”, “A Viagem” e outras novelas.  No cinema, o filme mais recente é “Última Parada 174”, de 2014. Atuou em “Carandiru”, “Madame Satã” e outros.

A peça aborda temas como a passagem da adolescência para a vida adulta, bullying e inadequação social. O público poderá acompanhar o encontro entre um jovem estudante e um homem mais velho, que compartilham apenas referências musicais e literárias, e nada mais. A trama não deixa explícito o vínculo que une as personagens, que demonstram afeto na relação, muitas vezes em tons paternais. Eles discutem a sensação de deslocamento de ambos, que parecem optar pela infelicidade como forma de se sentirem autênticos em um mundo onde todos querem fazer parte de alguma coisa.

Serviço:
Data: quinta-feira, dis 14
Horário: 20h
Local: Teatro Municipal, na  avenida João Ferraz Neto, 201, Jaú
Entrada franca 🙂

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s