Sarau do Viaduto traz poesia para as ruas

Com algumas edições já realizadas e uma identidade própria formada, o ‘Sarau do Viaduto’ retorna nessa sexta-feira, dia 16, a partir das 19h30, pra debaixo do Viaduto da avenida Duque de Caxias, no cruzamento com a Nações Unidas.

Os versos, rimas e improvisos tomam o lugar dos carros, trazendo arte, cultura e reflexão, de forma gratuita e para quem quiser chegar. Dessa vez, o poeta convidado é Ni Brisant, autor da literatura marginal e que já marcou presença numa das primeiras edições.

Além disso, o Sarau também busca fazer da ocupação do espaço público um ato político transformador, provocador e contestador. Nesse intuito, serão desenvolvidas várias atividades paralelas, como grafite ao vivo e stencil, performances de teatro, oficina de turbantes e apresentação da Capoeira de Angola.

Essa edição do Sarau é temática, com a proposta Contra a Lei da Mordaça, em referência aos projetos de lei que possuem a bandeira ‘Escola sem Partido’.

Responsável pelo Sarau do Viaduto, a Biblioteca Móvel Quinto Elemento (BM5E) tem a parceria do Coletivo Liberdade e Luta – Bauru pra realização dessa edição, além do apoio da Secretaria Municipal de Cultura a partir do Programa de Estímulo à Cultura.

“Poesia é o que a gente sente e o resto é só literatura”, diz Ni Brisant. Também um nome da literatura marginal, é autor dos livros Tratado sobre o coração das coisas ditas e Para Brisa.

Com muito sentimento, profundidade, sonho e inconformismo, ele é o poeta convidado da vez. “A palavra é minha pátria, arte e coração. E eu me invento na fuga diária do óbvio, do tédio e deste vil destino volúvel. Porque arte é libertação. Coragem!”.

Muito além da poesia
Para a ocasião foi preparada uma programação completa de atividades, envolvendo apresentações, performances e bancas diversas. Abrindo as atividades, o grupo de Capoeira de Angola Angoleiros do Sertão se apresenta logo no início, pra esquentar os corações e os ânimos.

Também vai rolar performance de teatro com Fábio Valério, do Espaço Protótipo, grafite ao vivo com Vini Vira Lata e Lemão ZL e stencil com Luiz C.C. Somando no evento também estará Greice Luiz com a Oficina de Turbantes e as tradicionais bancas de troca de livros da BM5E, artesanato com a Maisa Crespa e HQs do Rafael Mortari.

Escola, partido e mordaça
O tema Contra a Lei da Mordaça veio pra se opor às iniciativas de movimentos como o Escola Sem Partido, responsáveis por vários projetos de lei que foram avançando nas assembleias legislativas dos estados, na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, numa tentativa de controlar o conteúdo que professores podem dizer e debater nas salas de aula.

Uma das propostas que tramita no Senado – o PLS 193/2016, que inclui entre as diretrizes e bases da educação o Programa Escola sem Partido, passa por consulta pública (http://goo.gl/7L8bpy) e perde por mais de 10 mil votos de diferença.

 

Programação
> Poeta Convidado – Ni Brisant

> Apresentação Capoeira “Angoleiros do Sertão”

> Graffiti ao vivo: Vini Vira Lata e Lemão ZL

> Stencil: Luiz C.C.

> Fábio Valério/Espaço Protótipo (performance Teatro)

> Oficina de turbantes com Greice Luiz

 

Serviço
“Sarau do Viaduto – Contra a Lei da Mordaça”
Local: Viaduto da Av. Duque de Caxias, cruzamento com Av. Nações Unidas
Data: sexta-feira, 16
Horário: 19h30
Realização: Biblioteca Móvel Quinto Elemento, Liberdade e Luta – Bauru
Apoio: Secretaria Municipal de Cultura
Gratuito

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/957997737655897/

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s