Mercado de Peixe esquenta o sábado

Carolina Bataier

Formada em Bauru nos anos 90, a banda Mercado de Peixe está de volta ao lar. O grupo chega neste sábado (11), trazendo a turnê Água da Faca, para uma apresentação aberta na praça Rui Barbosa a partir do meio dia.

Quem passar por lá vai curtir um som de casa e do mundo, assim, tudo junto. É essa a proposta do Mercado de Peixe: aproximar a cultura caipira do pop. O disco recém lançado traz a união das referências interioranas às músicas latinas, indígenas, ciganas e tuaregues; mistura certeira para um som que chama para dançar, cantar e interagir. É isso que a banda espera.

“(Bauru) é nosso público ideal, que dança mais, pede músicas, entende nossas viagens. Mesmo nossos shows em outras cidades sempre vai muita gente de Bauru”, avalia o baixista da banda, Fabiano Alcântara.

A apresentação na cidade abre a turnê do Mercado de Peixe pelo interior paulista. De Bauru, o grupo segue para Marília, onde faz show no domingo (12). Também estão no roteiro as cidades de São Carlos, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Sorocaba.

Se você tiver que ir ao centro de Bauru neste sábado, vá com sapatos confortáveis. O Mercado de Peixe vai ter chamar para dançar.

“A questão do encontro sempre foi muito forte para gente, então tocar em Bauru significa reencontrar as pessoas e a nós mesmos”, diz o baixista.

Água da Faca
Oitavo lançamento da banda, Água da Faca propõe sonoridades que remetem a narrativas contemporâneas – como o kwaito, a house music da África do Sul, e a cúmbia psicodélica sul-americana.

Da música do deserto ao ijexá, o álbum traz o Mercado de Peixe conectado com o underground mundial, o que reverberou em rádios e podcasts de diversas partes do mundo. O interior entra não só nas referências e vivências da banda, mas também como  ambiente de criação. Água da Faca foi composto num sítio entre Piratininga e Brasília Paulista, longe das inteferências urbanas; e gravado em São Paulo, São Carlos e Bauru.

“É nosso disco mais bem feito, produzido em estúdios de alto nível”, diz Fabiano.

O álbum conta com apoio do Proac e tem participações de nomes da nova cena da música brasileira como as cantoras e compositoras Kika e Tika, o guitarrista Saulo Duarte, o cantor, compositor e produtor musical Pipo Pegoraro, e os percussionistas Rômulo Nardes, do Bixiga 70, e Junião, do Senzala Hi-Tech.

Fazem parte do Mercado de Peixe Juninho Madureira (vocal), Fernando TRZ (synths, piano elétrico), Paulo Pires (bateria), Emerson Gomes Vanderlei (percussão, efeitos), Fabiano Alcântara (baixo) e Ricardo Polettini (guitarra e viola).

Serviço
Bauru
Data: 11 de março
Local: Praça Rui Barbosa, Centro
Horário: 12h

Marília
Data: 12 de março
Local: Cão Pererê – Rua Alcides Lages Magalhães, 38, Jardim Acapulco

Horário: 17h

Ribeirão Preto
Data: 8 de abril
Local: praça José Rossi, Vila Virgínia

Horário: 11h

São Carlos
Data: 9 de abril
Local: Teatro Municipal, Rua Sete de Setembro, 1735, Centro

Horário: 16h

São José do Rio Preto
Data: 6 de maio
Local: praça Rui Barbosa, Centro

Horário: 11h

Sorocaba
Data: 27 de maio
Local: parque dos Espanhóis, rua Campos Salles, s/nº , Vila Assis
Horário: 16h
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s