No palco, o som da exaltação às raízes

Na noite de quarta, 31, fechando o mês de maio, a turma do Bongar se apresenta no SESC Bauru. Diretamente de Olinda, Pernambuco, o grupo realiza nos palcos uma celebração aos cânticos, toques e sonoridades de uma ancestralidade fundamental na constituição do Brasil.

As palavras chaves do trabalho do Bongar são arte, espiritualidade e ritmo forte. Sua atuação é voltada para a preservação e a divulgação da cultura pernambucana uma musicalidade forte de diversas influências musicais vivenciadas.

 

 

História

O Grupo Bongar foi fundado em 11 de agosto de 2001, com a proposta de revelar toda a musicalidade tradicional que permeia o universo da Comunidade Quilombola Xambá. Em 2006, o Bongar gravou seu primeiro CD 29 de junho. Seu segundo disco, intitulado Chão Batido Coco Pisado, foi lançado em 2009. O Grupo gravou em junho de 2012 seu primeiro DVD, Festa de Terreiro, com a participação do coro da comunidade Xambá, e músicos como Benjamim Taubkin, Juliano Holanda, Adiel Luna e mestre Zé de Teté. Nesses 12 anos de estrada, o Bongar participou de grandes festivais e eventos, dentro e fora do Brasil, entre eles a Bafim, The Beat Carnival, Festival do Caribe, Feira Música Brasil, Festival de Folguedos do Piauí, Festival de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, Feira da Música de Fortaleza, Teia da Cultura de Minas Gerais, SP e CE, Festival Cara e Cultura Negra, Carnaval do Recife, Olinda e Interior de Pernambuco, Festival Conexões Porto, Dia de Brasil em Barcelona, entre outros.

Hoje

O Bongar é composto por seis jovens integrantes do terreiro Xambá, do Quilombo do Portão do Gelo, em Olinda. Tem como propósito levar aos palcos a tradicional Festa do Coco da Xambá, realizada na comunidade há mais de 40 anos. O Bongar tem um trabalho voltado para a preservação e divulgação da cultura pernambucana e a formação musical de seus integrantes tem origem no universo popular, especificamente da comunidade religiosa Xambá. Sua forte musicalidade, advinda de diversas influências musicais vivenciadas nos cultos afro-brasileiros, principalmente da linhagem Xambá, é herança deixada desde a infância aos integrantes do Bongar. Os mais velhos ensinaram os toques, as loas e as danças durante as festas da Casa Xambá.

 

Serviço – Bongar
Quando:
31/5
Horário: 21h
Onde: Sesc Bauru (avenida Aureliano Cardia, 6-71)
Entrada Gratuita

 

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s